A Truta Nativa

Este pequeno e valente peixe esportivo é um dos grandes desafios de nossas águas. Depois do tratado escrito pelo nosso Amigo Rubens, a Saicanga merece um espaço próprio. Até que o conteúdo do site seja implantado, aqui será a nova morada deste pequenpo notável.
Responder
Avatar do usuário
Júnior Gabiru
GARATÉIA DE BRONZE
Mensagens: 1877
Registrado em: Ter Abr 03, 2007 11:26 am
Cidade:

A Truta Nativa

Mensagem por Júnior Gabiru » Qua Mai 13, 2009 8:22 pm

Segue um texto do meu amigo Gustavo... Achei na internet http://www.e-zine.com.br/portal/index.p ... &Itemid=42 e achei legal postar aqui...

Imagem

Branca, tambicu, tambica, dentudo, dente-de-cão, saicanga e douradilho são alguns nomes comuns que caracterizam algumas espécies de CHARACIFORMES. Estes peixes apresentam uma voracidade aliada a uma grande força e velocidade de ataque, transformando-o num peleador sem lei, como é comum ouvirmos em relatos de pescadores dedicados à sua captura. Quando se prepara para atacar a sua presa, demonstra uma excitação no movimento de suas nadadeiras peitorais, caudal e dorsal; também parece afiar seus dentes abrindo e fechando a boca, após, avança sobre a vítima sem falhar no ataque. Fora seus dentes proeminentes e sua grande abertura bucal, podemos identificar a coloração prateada do corpo e os tons dourados ou avermelhados de sua nadadeira caudal. Habita os rios e arroios de nossa região e tem preferência por águas profundas, frias e limpas. Maio é mês das mães e das noivas e início da temporada das tambicas e das trutas! Aliás, trutas e tambicas têm tudo a ver! Pode até parecer que não, afinal a truta arco-íris, biologicamente é um animal muito diferente, mas há muita similaridade no que se refere à briga demencial que empreendem. A tambica é a nossa truta nativa, por equivalência na esportividade e na forma de captura. Tudo era branco de neblina ao amanhecer. Fria alvorada. Logo após colocar a placa “Fui pescar” em frente à loja, saímos em restrita comitiva de pesca. O dia de sol que se abriu nos trouxe uma sensação de fins de verão. A estiagem que assola nossa terra mostra, mais intensamente, seu estrago nos rios secos. Com pouca água, os peixes estão concentrados nas partes mais profundas. Milhares de lambaris se fazem ver nos rios, refletindo seu prateado ao ladear, assim, os seus predadores estão de barriga cheia, gordos, e não querem atacar nossas iscas artificiais por puro enfastio. Por outro lado, as águas estão transparentes, de tons azulados, um azul pastoso, que facilita a pesca com iscas artificiais. Paramos para pescar em um belo poço, resolvi usar sonoros plugues de meia água, para ver quem eu encontraria caçando. Comecei com uma sub-superfície, cambiei para uma cranckbait, para testar com amplitude as camadas da água. Tomei uma “batida monstra” de um grande peixe, mas não ferrou, parei o trabalho da isca e logo retomei. Tomei outra e outra e outra batida. Ao total 4 batidas antes de tirar da água a isca. Eram as tambicas, assanhadas, assassinas e expertas. A primeira batida era de uma gigante do rio, as demais, menores, foram na onda. Lancei de novo e nada! Mais uma vez no mesmo lugar e nada... Notei que as tambicas estavam com um estranho comportamento: haviam aprendido que aquela isca era artificial. Troquei de cor, usava uma azul passei para uma prateada, lancei e levei outra batida, não consegui ferrar, continue. Outra batida e outra batida... Novamente 4 tentativas, de 4 diferente peixes, e nenhuma ferrada. A tambica ataca a isca em pontos de fragilidade como por cima da cabeça e pelas costas, um comportamento assassino, mordidas rápidas e fatais, mas acaba por não ferrar. Lancei novamente e nada! Aprenderam a isca. Troquei novamente, por iscas que trabalhassem na mesma camada da água, pois notei que acima ou abaixo não se confirmava a ação do peixe. Fui diminuindo o tamanho das iscas, aí sim obtive sucesso! A primeira tambica do ano! Preferencialmente, a pesca deste peixe é feita com plugues de meia-água de 8 cm ou menos, pequenos spinners, pequenos shads e grubs. À linha principal deve ser adicionado um leader de fluorcabono,ou uma linha resistente e transparente, pois o peixe enxerga super bem e pode notar as linhas coloridas. As varas, carretilhas ou molinetes e a linha principal não devem ser superior a 14 libras. Além dos poços profundos, as saicangas gostam da sombra, e de estruturas como galhadas. Pesque e solte!


Baita abraço,
Júnior
Fábio Peterson
ANZOL DE PRATA
Mensagens: 440
Registrado em: Qua Mai 07, 2008 2:18 pm
Cidade:

Mensagem por Fábio Peterson » Qui Mai 14, 2009 1:25 pm

Massa o texto....

Elas já tavam a mil sexta passada, imagina nesse finde, como vão estar...
Exige muito de ti e espera pouco dos outros. Assim, evitarás muitos aborrecimentos. - Confúcio
Avatar do usuário
NELSON MACIEL
GARATÉIA DE VIBRANIUM
Mensagens: 47702
Registrado em: Qui Set 09, 2004 7:50 pm
Cidade: SaoJosedosPinhais
Estado: PR
Contato:

Mensagem por NELSON MACIEL » Sex Mai 15, 2009 1:47 pm

Valdir,

O peixe chamado de Truta Brasileira, e que se assemelha muito com ela, é a Joana ... Na minha opinião, a Branca está mais para um Dourado Miniatura ...rs...
Nelson Maciel
/ctf
FÓRUNS CATERVA - UM MARCO NA PESCA ESPORTIVA DO BRASIL !
Avatar do usuário
Júnior Gabiru
GARATÉIA DE BRONZE
Mensagens: 1877
Registrado em: Ter Abr 03, 2007 11:26 am
Cidade:

Mensagem por Júnior Gabiru » Sex Mai 15, 2009 3:20 pm

NELSON MACIEL escreveu:Valdir,

O peixe chamado de Truta Brasileira, e que se assemelha muito com ela, é a Joana ... Na minha opinião, a Branca está mais para um Dourado Miniatura ...rs...
Mas a Joana só está ativa no verão... Já a Truta está ativa no inverno... O comparativo é pelos hábitos...

baita abraço,
Júnior
Avatar do usuário
Carlos Roge Cella
ANZOL DE BRONZE
Mensagens: 106
Registrado em: Ter Mai 26, 2009 12:20 pm
Cidade:

... ....SAICANGA.... ...

Mensagem por Carlos Roge Cella » Sáb Jun 13, 2009 12:49 pm

... ....putz, que legal.... ... tempo que não pesco essa maravilha, alguém aí pode dizer se sabe pq ela é tão sensível e morre logo fora da água ? antigamente o pessoal dizia que ela morria de "raiva"... ....quero voltar logo a ir atrás delas por aqui.... ....... ... A NATUREZA.... ...
Avatar do usuário
Carlos Roge Cella
ANZOL DE BRONZE
Mensagens: 106
Registrado em: Ter Mai 26, 2009 12:20 pm
Cidade:

... ....SAICANGA = TEJEBOCÚ.... ...

Mensagem por Carlos Roge Cella » Sáb Jun 13, 2009 12:55 pm

... ....putz, que legal, sabiam que na reião de Morretes, serra abaixo, ela é conhecida tbém por TEJEBOCÚ ? pescava muito dessas quando era piá.... ... tempo que não vou atrás delas, quero voltar logo.... ....... ... A NATUREZA.... ..., o que é GRUMATÃ ????????????????????
Avatar do usuário
Diego C. Feldhaus
GARATÉIA DE PRATA
Mensagens: 3098
Registrado em: Sex Fev 27, 2009 2:49 pm
Cidade:

Tajabéco

Mensagem por Diego C. Feldhaus » Sáb Jun 13, 2009 8:32 pm

Engraçado, aqui na Região de Lages (Serra Catarinense) a saicanga é conhecida como Tajabéco assemelhado com o nome regionalizado aí do Paraná, em regiões próximas daqui conhecem por Sarda...
Diego Constantino Feldhaus
Avatar do usuário
Carlos Roge Cella
ANZOL DE BRONZE
Mensagens: 106
Registrado em: Ter Mai 26, 2009 12:20 pm
Cidade:

... ....FOTOS.... ...

Mensagem por Carlos Roge Cella » Dom Jun 14, 2009 1:04 pm

... ....mas como é bonita essa ligeira, já pensou se esse bicho chegasse a uns dois quilos ? pelo menos aqui pra nós são raras as de 30 cms, imaginem a briga e o qto o resto dos peixinhos onde ela vive teriam que ficar se escondendo.... ... foto postada.... ....legal mesmo.... ....... ...
Responder

Voltar para “- SAICANGA -”