necessidades de usinas hidrelétricas !?!?!?

Um fórum especialmente criado para falar sobre o meio-ambiente. Um assunto as vezes chato, as vezes cansativo, mas que precisa ser abordado e a cada dia mais importante para a continuidade do nosso esporte.
Avatar do usuário
Carlos OGAsawara
GARATÉIA DE ADAMANTIUM
Mensagens: 18275
Registrado em: Sex Set 10, 2004 8:58 am
Cidade:
Contato:

necessidades de usinas hidrelétricas !?!?!?

Mensagem por Carlos OGAsawara » Seg Ago 11, 2008 9:52 pm

11/08/2008 - 17h04 - Atualizado em 11/08/2008 - 17h12

Usina de Santo Antônio deve ficar pronta em 2012 e vai gerar 3.150 megawatts por ano.
Consórcio terá de construir parques ambientais para reduzir impacto ambiental.
Diego Abreu

Do G1, em Brasília
entre em contato
ALTERA O
TAMANHO DA LETRA A-A+
Saiba mais

» Licença de usina do Rio Madeira sai na 2ª, afirma ministro

» Governo pode assumir hidrelétricas do Madeira ou fazer novo leilão, diz Lobão

» Falta de documentos adia licença ambiental para usina no Rio Madeira

» Lula assina contrato de concessão de usina no Rio Madeira

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama) concedeu nesta segunda-feira (11) a licença de instalação da Usina Hidrelétrica de Santo Antônio, no leito do Rio Madeira, em Rondônia. A usina, que está prevista para ser entregue em 2012, irá reforçar a geração de energia elétrica no país, tendo a capacidade de gerar até 3.150 megawatts por ano. A concessão da licença será publicada no Diário Oficial desta terça-feira (12).

Em entrevista coletiva concedida nesta tarde em Brasília, o ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, afirmou que o governo exigirá do consórcio vencedor da licitação a adoção de dois parques ambientais, o custeio da demarcação e do monitoramento de duas reservas indígenas (Karicuna e Karitiana) e o fornecimento de equipamentos para o Batalhão Florestal da Polícia Militar de Rondônia e para o Corpo de Bombeiros do Estado. Os equipamentos custarão até R$ 6 milhões.

As reservas a serem adotadas são os parques nacionais do Mapinguaí, no sul do Amazonas, e o do Jarú, em Rondônia. O consórcio adotará o custeio dos parques, hoje sob os cuidados do Instituto Chico Mendes, que terá de apresentar o plano de trabalho para as reservas. Durante toda a concessão, o consórcio terá de arcar com os custos dos parques.

O cálculo da compensação ambiental pela construção da usina, porém, ainda não foi concluído pelo ministério. Segundo Carlos Minc, a definição ficará para a semana que vem. O valor da compensação ambiental será submetido a uma Câmara Técnica – formada por membros do Estado, empresários, terceiro setor e universidade –, que irá conferir o cálculo.

O governo também exigirá que o consórcio formado pela construtora Odebrecht e por Furnas realize investimentos na área de saneamento em comunidades próximas ao local onde será construída a hidrelétrica. Os gastos do consórcio com saneamento estão estimados em R$ 30 milhões.

Decisão tomada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em abril extinguiu a obrigação de as empresas destinarem 0,5% do valor total da obra para recuperar o meio ambiente. Por isso, o cálculo da usina será feito apenas sobre o trecho da obra que provoca impactos ambientais.

Segundo Minc, o cálculo compensatório incluirá a diminuição da área inundada e, ainda, a criação de alternativas para o fluxo migratório de peixes. O ministro lembrou que a usina não causará nenhum impacto em relação à Bolívia. “Estamos analisando a questão do ponto de vista ambiental e também do uso da água. A parte jurídica está sendo tratada em outras esferas do governo”, afirmou.

A Agência Nacional de Águas (ANA) outorgou o uso das águas na região. Essa seria uma das exigências para que a licença de instalação da usina fosse concedida. "Apesar dos atrasos do empreendedor, houve um esforço sobrenatural para a concessão da licença, que foi feito com máximo rigor", destacou Carlos Minc.

http://g1.globo.com/Noticias/Economia_N ... DEIRA.html
Avatar do usuário
Eric Carreras
GARATÉIA DE PRATA
Mensagens: 3456
Registrado em: Sex Mai 18, 2007 12:35 am
Cidade:

Mensagem por Eric Carreras » Seg Ago 11, 2008 10:28 pm

É projeto do Governo?
Pago pra ver!!!
Espero que esse misero percentual sirva, de fato, para restabelecer o prejuizo ambiental, posto que é da natureza que se perpetua a vida. Sem ela nao somos nada!
Mas, como diria Zeca Pagodinho: Deixa a vida me levar...
Abração!
http://www.jampafishing.com/
"Quando a última árvore tiver caído, quando o último rio tiver secado,
quando o último peixe for pescado, a humanidade vai entender que
dinheiro não se come!"
Avatar do usuário
Luiz Logo
ANZOL DE OURO
Mensagens: 994
Registrado em: Seg Jun 11, 2007 7:13 pm
Cidade:

Mensagem por Luiz Logo » Ter Ago 12, 2008 10:31 pm

que legal!!! foi só trocar de ministro do meio ambiente e calar a Sra. Marina Silva, que por acaso é da região e conhece bem as coisas por lá, que as licenças e concessões sairam rapidinho...
Avatar do usuário
Marcio Zampronio
GARATÉIA DE PRATA
Mensagens: 2244
Registrado em: Ter Out 03, 2006 10:55 am
Cidade:

Mensagem por Marcio Zampronio » Qua Ago 13, 2008 1:59 pm

As Usinas Hidrelétricas são extremamente uteis a medida que criam lagos para podermos pescar Tucunares - hehehe

Só pra descontrair.
Avatar do usuário
Rafaello Fontana
GARATÉIA DE PRATA
Mensagens: 3573
Registrado em: Seg Set 04, 2006 12:15 pm
Cidade:

Mensagem por Rafaello Fontana » Qua Ago 13, 2008 2:07 pm

BOB ZMP escreveu:As Usinas Hidrelétricas são extremamente uteis a medida que criam lagos para podermos pescar Tucunares - hehehe

Só pra descontrair.
Taí uma verdade, hehehe.
Imagem
Avatar do usuário
João Nicácio
ANZOL DE OURO
Mensagens: 610
Registrado em: Seg Dez 03, 2007 11:22 am
Cidade:

Mensagem por João Nicácio » Qua Ago 13, 2008 3:25 pm

O problema NÃO são as hidrelétricas.
Também NÃO saiu o projeto rápido por causa da saída da nossa Senadora Marina.
Numa das cachoeiras, não tem a mínima possibilidade de nenhum bagre subir, devido ao desnível e à força das águas.
Ou seja - os problemas ecológicos têm, sim solução - e a população local vai ter energia elétrica boa e barata. Isso vai gerar empregos e botar comida em boca de gente.
Sem contar que vamos deixar de pagar por energia gerada em usinas a diesel (nossa realidade atual), caríssima e, essa sim, enti-ecológica.
A turma dos "eco-chatos", os ecologistas dos botecos do calçadão de Ipanema tá fazendo alarde demais.
Prá finalizar, como futuro usuário da energia elétrica dessas duas usinas:
Pimenta no toba dos outros é refresco!!!
Abraços hidrelétricos
João
"Tafasta merubá lô tafasta"
(Se apertar demais, vaza entre os dedos)
Talmud


"Nunca se justifique. Os amigos não precisam e os inimigos não acreditam."
Avatar do usuário
Eric Carreras
GARATÉIA DE PRATA
Mensagens: 3456
Registrado em: Sex Mai 18, 2007 12:35 am
Cidade:

Mensagem por Eric Carreras » Qua Ago 13, 2008 3:31 pm

João Nicácio R. Filho escreveu:O problema NÃO são as hidrelétricas.
Também NÃO saiu o projeto rápido por causa da saída da nossa Senadora Marina.
Numa das cachoeiras, não tem a mínima possibilidade de nenhum bagre subir, devido ao desnível e à força das águas.
Ou seja - os problemas ecológicos têm, sim solução - e a população local vai ter energia elétrica boa e barata. Isso vai gerar empregos e botar comida em boca de gente.
Sem contar que vamos deixar de pagar por energia gerada em usinas a diesel (nossa realidade atual), caríssima e, essa sim, enti-ecológica.
A turma dos "eco-chatos", os ecologistas dos botecos do calçadão de Ipanema tá fazendo alarde demais.
Prá finalizar, como futuro usuário da energia elétrica dessas duas usinas:
Pimenta no toba dos outros é refresco!!!
Abraços hidrelétricos
João
Disse tudo!
http://www.jampafishing.com/
"Quando a última árvore tiver caído, quando o último rio tiver secado,
quando o último peixe for pescado, a humanidade vai entender que
dinheiro não se come!"
Avatar do usuário
Eduardo Cuque
GARATÉIA DE BRONZE
Mensagens: 1004
Registrado em: Ter Jun 05, 2007 5:34 pm
Cidade:

Mensagem por Eduardo Cuque » Ter Ago 26, 2008 1:41 pm

Pois é pessoal, mas parte deste projeto de Hidreléticas do Madeira, visa instalar 2 Hidreléticas no Rio Teles Pires, acabando com mais de 50 Km de corredeiras, fundamental para a vida de várias espécies que necessitam migrar, como o Jaú, Piraíba, etc..

Um dia teremos apenas Rios como o Paraná - fronteira SPaulo/MS, 100% represado, acabou-se o Jaú, Pintado, Dourados, etc.. Sobrou o que? Tucunaré que não é nativo e carpas?

Necessitamos de energia elétrica, mas qual é o custo para o meio-ambiente? Quilomentros de matas destruidas, espécies locais extintas, etc..

Não sei o que o meu filho vai ver quando crescer. Com certeza esta não era uma preocupação do meu Pai, os tempos são outros.
Avatar do usuário
João Nicácio
ANZOL DE OURO
Mensagens: 610
Registrado em: Seg Dez 03, 2007 11:22 am
Cidade:

Mensagem por João Nicácio » Ter Ago 26, 2008 3:59 pm

Edu_CC escreveu:Pois é pessoal, mas parte deste projeto de Hidreléticas do Madeira, visa instalar 2 Hidreléticas no Rio Teles Pires, acabando com mais de 50 Km de corredeiras, fundamental para a vida de várias espécies que necessitam migrar, como o Jaú, Piraíba, etc..

Um dia teremos apenas Rios como o Paraná - fronteira SPaulo/MS, 100% represado, acabou-se o Jaú, Pintado, Dourados, etc.. Sobrou o que? Tucunaré que não é nativo e carpas?
Menino, tem uma coisinha aí que não encaixa.
O projeto é de construção de 2 hidrelétricas na calha do rio Madeira, aproveitando o desnível de duas cachoeiras.
Uma delas é tão alta e o caudal tão doido que é como (guardadas as devidas proporções) a do Iguaçu - INTRANSPONÍVEL para peixes migratórios.
Já o rio Teles Pires não entrou no projeto, não foi falado no projeto e fica em outra área (ele é um dos dois formadores principais do rio Tapajós, a um montão de quilômetros do rio Madeira.
Para vocês do Sudeste entenderem - é como falar de um projeto próximo de Vitória e dizer que a outra parte dele é na divisa Goiás - Minas Gerais.

Edu_CC escreveu: Necessitamos de energia elétrica, mas qual é o custo para o meio-ambiente? Quilomentros de matas destruidas, espécies locais extintas, etc..
Não sei o que o meu filho vai ver quando crescer. Com certeza esta não era uma preocupação do meu Pai, os tempos são outros.
Concordo com você que os tempos são outros; mas quanto aos tais custos - quais são os custos ecológicos se (quem conhece a região sabe o que falo) os peixes migratórios NÃO ULTRAPASSAM a cachoeira?
Qual foi mesmo a parte que você não entendeu?
Nós aqui do extremo oeste do Brasil é que sentimos na pele o alto custo da energia elétrica obtida por queima de diesel - esta sim, com alta carga negativa contra a natureza!
Ora, se a hidrelétrica NÃO VAI interferir na migração dos peixes (sabe-se que eles não ultrapassam a cachoeira), por que ser do contra? É para nos manter sempre no atraso?
Volto a dizer - Pimenta no toba dos outros é refresco (com todo respeito)!
"Tafasta merubá lô tafasta"
(Se apertar demais, vaza entre os dedos)
Talmud


"Nunca se justifique. Os amigos não precisam e os inimigos não acreditam."
Avatar do usuário
Eduardo Cuque
GARATÉIA DE BRONZE
Mensagens: 1004
Registrado em: Ter Jun 05, 2007 5:34 pm
Cidade:

Mensagem por Eduardo Cuque » Qua Ago 27, 2008 8:14 am

João,

Se procurar no google, vai achar artigos de pesquisa do governo sobre as hidrelétricas no Teles Pires.

Eu estive por lá pescado agora em julho, e fiquei assustado com "ecos" de explosões, a qual o pessoal da região disse que já são os testes de explosões "DINAMITE" nas rochas das cachoeiras.

O pessoal já informou que as pesquisas estão acontecendo a meses, e existe o projeto para 2 hidreléticas uma 50Km de distância da outra.

Cachoeiras, que todos os peixes sobem, inclusive as imensas Piraíbas. Pois não são como as de foz do Iguaçu.

João, eu entendo a sua situação e o seu ponto de vista, apenas entenda o meu ponto de vista, de alguém que vive num dos maiores centros urbanos do mundo, e que para pescar Lambari, Piava, vc precisa viajar 100KM, para pescar Tucunaré já são 680Km, tudo isto por conta das hidrelétricas.

Sendo que a maioria dos grandes peixes em todo o estado de São Paulo, foi extinta. E não é tudo culpa da poluição, pois represa limpa não tem Dourado que é um peixe que se encontrava em quase todo o Estado/SP.

Mas como disse os tempos são outros.
Abs
Avatar do usuário
João Nicácio
ANZOL DE OURO
Mensagens: 610
Registrado em: Seg Dez 03, 2007 11:22 am
Cidade:

Mensagem por João Nicácio » Qua Ago 27, 2008 2:48 pm

Edu, o que estava sendo falado era sobre as hidrelétricas do rio Madeira - não de rio Teles Pires, que fica a um montão de km de distância, em outros estados.
E estas hidrelétricas do rio Madeira NÃO vão impedir migração de peixes. E mais - afetam diretamente minha região.
"Tafasta merubá lô tafasta"
(Se apertar demais, vaza entre os dedos)
Talmud


"Nunca se justifique. Os amigos não precisam e os inimigos não acreditam."
Avatar do usuário
Silvio Araujo Neto
ANZOL DE OURO
Mensagens: 698
Registrado em: Seg Mar 06, 2006 11:14 am
Cidade:
Contato:

Mensagem por Silvio Araujo Neto » Dom Nov 30, 2008 5:40 pm

Eduardo Cuque.... ... ... não esta entendendo amigo.... .....a do Teles Pires é a um montão de distância de onde ele esta então.... .....é em outro estado.... ....entendeu ???... ... ... nos olhos dos outros é refresco.... ....certo ????... ... ....Lei de Gerson....enquanto isso.... ...... :oops: :oops: :oops:

Não queira ter os problemas que tem no sudeste em nome da modernidade.
Minhas Iscas
Nosso Blog
http://luresbizum.blogspot.com/
Imagem
“É melhor merecer honrarias e não recebê-las do que recebê-las sem merecer”.
Avatar do usuário
João Nicácio
ANZOL DE OURO
Mensagens: 610
Registrado em: Seg Dez 03, 2007 11:22 am
Cidade:

Mensagem por João Nicácio » Dom Nov 30, 2008 6:13 pm

Silvio Araujo Neto escreveu:... ...enquanto isso.... ...... :oops: :oops: :oops:

Não queira ter os problemas que tem no sudeste em nome da modernidade.
Exato, Sílvio.
O nosso maior problema, atualíssimo, é o DESMATAMENTO.
Como o Thiago Zanetti disse, em um post, acerca da tragédia que se abateu em SC - o desmatamento causa isso.
O estado de Rondônia está quase todo desmatado. Ao longo da BR que o atravessa, vê-se isso. No verão(amazônico), lá, é tudo seco.
No MG e no AC, também há este problema - e nele, especificamente, a saída da nossa ministra "zaralhou" tudo!
Foi só ela sair e estão derrubando e queimando tudo, fazendo campo raso de uma floresta tão pujante.
Abs acreanos
João
"Tafasta merubá lô tafasta"
(Se apertar demais, vaza entre os dedos)
Talmud


"Nunca se justifique. Os amigos não precisam e os inimigos não acreditam."
Avatar do usuário
João Nicácio
ANZOL DE OURO
Mensagens: 610
Registrado em: Seg Dez 03, 2007 11:22 am
Cidade:

Re: necessidades de usinas hidrelétricas !?!?!?

Mensagem por João Nicácio » Dom Nov 30, 2008 6:17 pm

Oga escreveu:11/08/2008 - 17h04 - Atualizado em 11/08/2008 - 17h12

Usina de Santo Antônio deve ficar pronta em 2012 e vai gerar 3.150 megawatts por ano.
Consórcio terá de construir parques ambientais para reduzir impacto ambiental.

... "Apesar dos atrasos do empreendedor, houve um esforço sobrenatural para a concessão da licença, que foi feito com máximo rigor", destacou Carlos Minc.
Oga, só agora reparei o detalhe...
Realmente, neste tipo de ação aparecem fantasmas, assombrações brasilianas, e toda sorte de pantaformas e coisas do outro mundo para abocanhar o seu naco da grana...
"Tafasta merubá lô tafasta"
(Se apertar demais, vaza entre os dedos)
Talmud


"Nunca se justifique. Os amigos não precisam e os inimigos não acreditam."
Responder

Voltar para “- NOSSO MUNDO -”