The Kite - Passo a Passo

Aqui nós iremos falar sobre Fly Fishing. Equipamentos, Iscas, Atado, Fotos das Iscas e toda e qualquer dúvida sobre esta modalidade ...
Avatar do usuário
André S. Ribeiro
ANZOL DE PRATA
Mensagens: 256
Registrado em: Qui Mar 10, 2011 10:36 am
Cidade:
Contato:

The Kite - Passo a Passo

Mensagem por André S. Ribeiro » Seg Out 26, 2015 11:36 am

Em recente pesquisa por padrões parachute, buscando alguma variação promissora, me deparei com esta interessante história e depois de lê-la não pude me conter para atar algumas moscas e experimentá-las na prática. O texto mencionava uma reportagem da Freshwater Fishing Magazine de Novembro/Dezembro de 2009, na qual Mick Hall e Philip Bailey descreviam o surgimento de uma variante da famosa Kite's Imperial, um padrão consagrado do não menos famoso Oliver Kite. :)
 
Imagem
The Kite, um excelente padrão de parachute

Oliver Kite era um minimalista e considerava que a apresentação era mais importante do que a cor ou o formato da mosca (fidelidade ao inseto real). Depois de ter publicado 6 receitas de moscas secas de sua autoria, com o tempo passou a acreditar que apenas uma, a Imperial, era capaz de produzir capturas não importando de qual inseto real os peixes estivessem se alimentando. Um outro aspecto que se tornou marca registrada de suas moscas era o padrão anzol nú, uma quantidade significativamente reduzida de material sobre a haste do anzol, recoberta por algumas voltas de fio de cobre fino (tão fino e em tão pouca quantidade, que não comprometeria a flutuabilidade de uma mosca seca).
 
Imagem
O padrão minimalista de Oliver Kite está bem representado no corpo esguio da Kite
 
Quando Philip Bailey mudou-se para a Inglaterra, influenciado por Oliver Kite, usava com frequência a Imperial em suas pescarias nos rios do norte do país. A performance da mosca era boa, mas em águas rápidas as Imperial afundavam. Bailey estava convencido de que o padrão de Kite era efetivo em muitas situações, inclusive em momentos que outras moscas falhavam, porém em águas mais rápidas o desempenho não era satisfatório. Isso o motivou a adaptar a Imperial para um padrão parachute, e foi assim que surgiu a Kite.

Não existe uma descrição muito clara dos passos necessários para o atado da Imperial, o que se sabe é que por conta da tendência nude hook, tudo era pensado para que o resultado final fosse uma mosca delgada. E apesar da descrição detalhada de montagem publicada por Philip Bailey, experimentei algumas maneiras diferentes de construção da Kite, a que descrevo abaixo foi a que produziu o melhor resultado, em minha opinião, levando-se em consideração os fundamentos de Oliver Kite. Fiz duas substituições na lista de materiais: a primeira foi o uso das fibras de pena de avestruz, no lugar das fibras de pena de Blue Heron (Garça Azul). A segunda foi a troca do fio de cobre por tinsel oval dourado, pois seguindo o objetivo de atar uma mosca que não afunde, achei por bem, mesmo o fio de cobre sendo muito fino, retirar qualquer peso adicional.
 
Material Básico:
  • Anzol Partridge Capitain Hamilton #12
  • Fio de Atado Veevus Cinza 10/0
  • Polyyarn Branco
  • Tinsel Oval Fino Dourado
  • Pena de Avestruz
  • Fio de Seda Roxo
  • Pena de Galo (Saddle) Marrom
  • Pena de Galo (Hackle) Marrom
Imagem

Passo a Passo:
 
1º Coloque um anzol com a farpa amassada na morsa e faça uma pequena base de linha para ancorar o poste de polyyarn, comece a prender o fio de atado no ponto que representa 25% do comprimento da haste, a partir do olho do anzol. Dê umas 5 ou 6 voltas em direção à curva do anzol e retorne ao ponto inicial.
 
Imagem

2º Selecione um tufo de polyyarn, dobre ao meio, envolvendo o fio de atado e prenda na parte de cima da haste com 2 ou três voltas do thread.
 
Imagem
 
3º Em seguida, puxe as duas metades do tufo para cima e aplique algumas voltas com o fio de atado para formar a base do poste. Pode-se aplicar uma gotícula de cola na base para fixá-lo em definitivo.

Imagem

4º Logo atrás do poste, prenda o fio de seda roxo e leve a amarração até à curva do anzol.
 
Imagem

5º Selecione de 10 a 12 fibras de uma pena das costas de galo e prenda no ponto onde o fio de atado está, bastam 2 a 3 voltas.
 
Imagem
 
6º No mesmo ponto, fixe um pedaço de tinsel e em seguida adiante o fio de atado até a frente da base do poste. Faça uma alça com o thread e aplique mais duas ou três volta na haste.
 
Imagem

7º Na frente do poste, fixe 2 fibras de pena de avestruz, voltadas para a parte de trás do anzol.
 
Imagem

8º Enrole o fio de seda em volta da haste até alcançar o poste, continue enrolando na frente do poste, fixe-o com o fio de atado e corte o excesso.
 
Imagem
 
9º Corte uma das pontas da alça do fio de atado, em sua volta torça as duas fibras da pena de avestruz, como se fosse uma corda.
 
Imagem


10º  Enrole as fibras em direção à curva do anzol, até à base da cauda de forma espaçada.
 
Imagem

11º Mantenha as fibras tensionadas e no sentido contrário, enrole o tinsel sobre as fibras da pena de avestruz, também de forma espaçada até à frente do poste. Prenda o tinsel com algumas voltas do fio de atado e corte o excesso.
 
Imagem
 
12º Fixe a pena de galo na base do poste com algumas voltas do fio de atado, cuidando para que a parte brilhosa da pena fique voltada para baixo. Levante a pena segurando-a junto com o poste enquanto aplica algumas volta do fio de atado, enrolando o thread para cima, até atingir aproximadamente o tamanho de 1/4 do comprimento da haste. retorne com o fio até a base do poste, reforçando a amarração.
 
Imagem
 
13º Enrole a pena em volta do poste, uma volta colada à outra, de cima para baixo, até atingir a base do poste. Puxe a pena para baixo, em ângulo reto com a haste do anzol e fixe-a com duas ou três voltas as do fio de atado.
 
Imagem
 
14º Aplique o nó de acabamento em volta do poste, corte o excesso da pena, o fio de atado e pingue uma micro gota de cola pra finalizar.
 
Imagem

15º Corte o excedente do poste para que tenha aproximadamente o mesmo tamanho da haste do anzol.
 
Imagem
 
E pra quem acha que essa mosca não pega peixe, pois afinal da contas não existem insetos com essa coloração na natureza, está aí a prova. :)

Imagem
 
A história completa do surgimento da mosca e mais alguns detalhes no blog: http://www.fuzzyflies.com/2015/10/the-kite.html

Grande Abraço ;)
A fotografia é a melhor maneira de levar os bons momentos da pescaria pra casa.
Pratique o Pesque & Solte!!!


http://www.fuzzyflies.com
Avatar do usuário
Odimir Manoel Gaspar
ANZOL DE OURO
Mensagens: 604
Registrado em: Ter Mar 11, 2008 10:42 am
Cidade:

Mensagem por Odimir Manoel Gaspar » Ter Out 27, 2015 7:26 pm

:D :D :D

Ola André,

Parabéns e obrigado pela compilação e compartilhamento desta excelente matéria e passo a passo muito bem elaborado.
A eficácia das parachutes é bem conhecida dos mosqueiros e quero crer que nestas cores inusitadas possam ter um poder de atração especial.

Grande abraço
Odimir
Avatar do usuário
André S. Ribeiro
ANZOL DE PRATA
Mensagens: 256
Registrado em: Qui Mar 10, 2011 10:36 am
Cidade:
Contato:

Mensagem por André S. Ribeiro » Qua Out 28, 2015 8:39 am

Odimir Manoel Gaspar escreveu::D :D :D

Ola André,

Parabéns e obrigado pela compilação e compartilhamento desta excelente matéria e passo a passo muito bem elaborado.
A eficácia das parachutes é bem conhecida dos mosqueiros e quero crer que nestas cores inusitadas possam ter um poder de atração especial.

Grande abraço
Odimir
Eu que agradeço pelos comentários mestre Odimir,

Pelo que li, não só a respeito da Imperial, mas também sobre outros padrões que compartilham silhoueta e essa mesma combinação de cores, como por exemplo a Purple Haze (abaixo), alguns peixes (incluindo a truta) seriam capazes de identificar espectros do ultra-violeta que nós não conseguiríamos. :o

Imagem

Também já li que o roxo é o novo cinza para o atado de moscas, o que corrobora com a idéia de que a popularização dessa cor talvez esteja associada a sua eficiência. :D

Enfim, como dizem os que conseguiram bons resultados com moscas que usam essa cor: "Doesn't matter, it works!" :lol: :lol: :lol:

Grande Abraço :wink:
A fotografia é a melhor maneira de levar os bons momentos da pescaria pra casa.
Pratique o Pesque & Solte!!!


http://www.fuzzyflies.com
Avatar do usuário
NELSON MACIEL
GARATÉIA DE VIBRANIUM
Mensagens: 47734
Registrado em: Qui Set 09, 2004 7:50 pm
Cidade: SaoJosedosPinhais
Estado: PR
Contato:

Mensagem por NELSON MACIEL » Dom Nov 01, 2015 6:03 pm

Excelente ...
Belíssima contribuição ...
Nelson Maciel
/ct0 /ctf
FÓRUNS CATERVA - UM MARCO NA PESCA ESPORTIVA DO BRASIL !
Seja um pescador mais esportivo. Amasse as farpas dos anzóis e garatéias.
Avatar do usuário
André S. Ribeiro
ANZOL DE PRATA
Mensagens: 256
Registrado em: Qui Mar 10, 2011 10:36 am
Cidade:
Contato:

Mensagem por André S. Ribeiro » Seg Nov 02, 2015 10:15 am

NELSON MACIEL escreveu:Excelente ...
Belíssima contribuição ...
Obrigado mestre Nelson, :)

Eu é que agradeço pelos comentários. :D

Grande Abraço

:wink:
A fotografia é a melhor maneira de levar os bons momentos da pescaria pra casa.
Pratique o Pesque & Solte!!!


http://www.fuzzyflies.com
Responder

Voltar para “- O CANTO DAS MOSCAS - FÓRUM FLY FISHING”